Buscar
  • Estratégia Parlamentar

O que parlamentares eleitos devem saber para fazer um bom mandato

Atualizado: 17 de Abr de 2019

Conheça os 4C's da Política de Relacionamento e como você deve se preparar para esta forma de interação.

Tudo na vida está em constante mudança e agora essa revolução chegou (para ficar) também no âmbito da política. Se antes o “jeitinho brasileiro” podia ser facilmente utilizado neste meio, hoje podemos comprovar por meio das notícias que o que prevalece é a transparência, o comprometimento e os resultados.


Muito dessa mudança, se deve a tecnologia e ao crescente interesse da população em saber mais sobre quem elegeram. Se antes um eleitor mal se lembrava em quem votou, hoje muitos deles acompanham de perto seus candidatos nas redes sociais ou na internet.


Enfim, uma nova forma de fazer política se estabeleceu. E é preciso estar consciente dessas mudanças, para que assim se possa fazer um bom mandato ou ainda, almejar uma reeleição (esta também cada vez mais desafiadora).


Hoje, não há mais espaço para amadorismo. É preciso pensar em exercer seu mandato de maneira inovadora, disruptiva e bem planejada.


Daqui pra frente, vai se estabelecer no meio, quem estiver preparado profissionalmente de maneira séria e responsável.


Para te ajudar a estar mais preparado, listamos os 4 C’s da Nova Política. Estes, são fatores indispensáveis que desenvolvemos, para quem pretende se estabelecer no meio.


Cidadão – É preciso estar mais próximo do que nunca da população. A ideia de sair em campanha somente um tempo antes da eleição é ultrapassada. Estar perto do cidadão, mostrar seu trabalho, seus esforços e suas propostas é uma forma de honrar o voto de quem te elegeu e conquistar a simpatia das pessoas. Esta é um bom meio de manter um eleitorado crescente e cativo.


Comprometimento – Entende-se por comprometimento assumir a responsabilidade do cargo e exercer um mandato de maneira ativa, o que significa deixar claro quais serão as bandeiras levantadas e a bússola que norteará o seu trabalho. Um parlamentar eleito que perde o rumo do seu mandato, tem meio caminho andado para não ser alguém interessante para se manter no poder.


Compostura – É preciso saber que uma pessoa pública, eleita por voto tem que saber como se expor. Por mais tentador que seja exibir sua vida particular, é preciso pensar antes em construir uma imagem que seja levada a sério. Quando um parlamentar se expõe demais, passa a perder força política e ganhar holofotes para fatores que no final das contas se tornam irrelevantes para o seu mandato. Ou seja, pode passar a ser motivo de chacota no primeiro embate político. É claro que o eleitor tem curiosidade sobre a vida de quem está no poder, e isso se for bem utilizado pode ser muito bom, no entanto, tudo o que for de sua vida particular, quando levado para a vida pública, pode ser usado contra você em algum momento, tenha consciência disso.


Comunicação – Este é um dos fatores imprescindíveis para qualquer parlamentar eleito. O comunicar não se refere somente a falar e ser compreendido, mas também a ser “ouvido” por seu público. Dominar tendências, saber onde as pessoas buscam informações e estar presente neste meio é muito estratégico para quem pensa em mostrar um bom trabalho e construir uma boa imagem.


Estamos vivendo um momento político histórico, onde a frase de Charles Darwin se faz mais atual do que nunca: “As espécies que sobrevivem não são as mais fortes, nem as mais inteligentes, e sim aquelas que se adaptam melhor às mudanças” – Prepare-se!


Nós podemos te ajudar com cada um destes fatores. Entre em contato com a gente.


#politica #relacionamento #estrategia #parlamentar

38 visualizações

© 2019 por Estratégia Parlamentar - Todos os direitos reservados