208942083608532
 
Buscar
  • Estratégia Parlamentar

Calendário de conteúdo para perfis políticos: Saiba como criar o seu


O objetivo desse artigo é que você saiba o passo a passo para construir o seu calendário de conteúdo para perfis políticos.


E a primeira coisa que você precisa saber é que não adianta criar conteúdo sem ter planejamento, porque o objetivo de um calendário é que você desenvolva uma estratégia para aumentar gradativamente a reputação do político, caso contrário, estará apenas fazendo posts e enviando conteúdos sem um objetivo claro.


Se quiser se aprofundar ainda mais nesse conteúdo, esse vídeo é para você!


Outro ponto positivo de se ter um calendário planejado de produção de conteúdo é que ele ajuda na agilidade da produção de conteúdo e na análise do que funciona e do que não funciona para o perfil, o que pode promover ainda mais ideias para o desenvolvimento de ações ainda mais assertivas.


Mas antes de continuarmos a leitura, gostaria de te alertar no que acredito por meio da minha vivência do campo de batalha atendendo políticos de todo o país: Não caia na armadilha de achar que só existe um tipo de calendário para perfis políticos. O que falaremos aqui é o calendário planejado, mas no meu ponto de vista ainda existem outros dois que é o de agenda do político e o de notícias importantes para reforçar o seu posicionamento.


O calendário de conteúdo para perfis políticos que falaremos aqui é o planejado, que tem por objetivo equilibrar conteúdos para o fortalecimento de imagem, autoridade, influência e conversão. A diferença é que os outros calendários, apesar de também ter objetivos semelhantes, não conseguimos fazer um planejamento com maior antecedência dado os contextos e cenários de agendas e notícias que às vezes acontecem de forma muito rápida e precisa de uma ação mais imediata na criação de conteúdo.


Outro ponto que você deve saber é que criação de calendário para perfis políticos não é somente abrir um word ou excel e colocar conteúdos aleatórios em uma tabela de dias.

Antes é preciso que você tenha muito bem definida a sua linha editorial.


Linha editorial é diferente de calendário editorial.

Linha editorial não é formato, nem distribuição. A linha editorial é a sua promessa de marca, os pilares que você constrói a sua reputação. É por meio de uma linha editorial bem definida que você desenvolve o seu calendário pois terá maior segurança para desenvolver reputação, lembrando sempre que reputação é gerar credibilidade e confiança, tanto na sua imagem, quanto no seu trabalho e ações políticas.


Tenha em mente que reputação não se cria da noite para o dia, ela é feita em passos pensados e planejados.


E por isso que não adianta você chegar na cara de uma campanha eleitoral e tentar construir em 45 dias o que deveria ter sido construído muito tempo antes. Repita isso para si mesmo quantas vezes for necessário: Não tem como criar uma reputação sólida da noite para o dia.


E também não tem como criar reputação por meio de conteúdos se você não tem uma linha editorial bem definida, porque senão a equipe ou quem produz conteúdo não sabe o que deve mostrar por meio dessa criação de conteúdo. Se reputação é confiança, o que você precisa mostrar para o cidadão para gerar essa confiança? É nisso que se baseia o calendário de conteúdo para perfis políticos!


A linha editorial é o primeiro passo para você criar o seu calendário de conteúdo para perfis políticos.

Uma coisa que defendo muito e que também aprendi no campo de batalha é que você precisa ter três pilares essenciais que descrevo de forma mais detalhada em minha metodologia de criação de conteúdo e nos meus cursos. E esses pilares se dividem na tríade: Imagem, Autoridade e Influência que juntos, formam a reputação política.


Pensando assim fica mais fácil de criar um calendário de conteúdo para perfis políticos mais estratégico pois, só colocar conteúdos sem ter uma linha editorial que te direcione qualquer um pode fazer, criar com objetivo estratégico é o pulo do gato que a maioria dos perfis políticos não faz.


Outro ponto necessário que você também deve considerar é falar o que o seu público quer ouvir, da forma que ele quer ouvir, logo outro desafio é unir o que o político tem para falar (linha editorial) e o que as pessoas estão dispostas ou querem ouvir (construção da mensagem, formato e distribuição). Essas são nuances que você percebe criando conteúdo no dia a dia do perfil político e fazendo escuta social, pois marketing político não é palanque virtual e sim uma via de mão dupla.


E o que acontece se você errar na sua linha editorial? Talvez você não perceba os impactos agora, mas com certeza perceberá os resultados lá na frente em médio e longo prazo, o que pode atingir em cheio seus objetivos eleitorais.


Outro ponto que quero reforçar sobre calendário de conteúdo é que ele não deve ser focado somente em likes e seguidores e se esse é o seu único objetivo, talvez você esteja perdendo tempo lendo esse artigo pois meu objetivo aqui é outro. É o objetivo maior de documentar o trabalho, de posicionar, de criar conteúdos que sirvam de escudo no futuro quando o político for questionado que “só aparece em período de eleição” ou seja, um calendário de conteúdo para perfis políticos também deve gerar autoridade.


E saiba, autoridade é percebida, logo, se você ficar só criando conteúdos sem uma linha editorial muito bem definida, você não consegue direcionar essa percepção.


Linha editorial é o que leva o político do ponto A que é onde ele está hoje, ao ponto B que é onde ele quer chegar e o que diferencia essa linha editorial de outras é a autenticidade do político pois, é ela quem vai gerar conexão com a sua audiência.


Agora que você já sabe o que é e para que serve uma linha editorial e que ela funciona como um “lápis” que risca a linha do ponto A ao ponto B, vamos ao calendário que é como se fosse o papel que é traçada essa linha.


Essa linha, construída calendário a calendário que será a bagagem que você terá para chegar com uma criação de conteúdo robusta em período eleitoral.


A primeira coisa que você deve considerar na construção estratégica de um calendário de conteúdo para perfis políticos é a distribuição dos pilares de linha editorial pois isso dará o equilíbrio necessário que um calendário estratégico precisa, feito isso, é importante que você saiba não somente o como distribuir isso de forma equilibrada, mas também saber o momento que deve priorizar certos objetivos em detrimento de outros, para que a meta maior seja alcançada. Mas como fazer isso?


Para facilitar a compreensão, vou deixar a você os 7 passos necessários para a produção do calendário de conteúdo para perfis políticos:


Passo 01 – Defina as linhas editoriais baseadas nos pilares de Imagem, Autoridade e Influência


Passo 02 – Faça um questionário aprofundando cada questão para saber informações necessárias acerca da produção de conteúdo, bem como o tom que deverá levar cada mensagem. Aproveite e tenha uma conversa franca com o político para que ele possa te ajudar com a produção de conteúdo, enviando fotos pessoais e gravando vídeos quando for solicitado.


Passo 03 – Faça uma escuta social nos comentários, conversando com as pessoas e até mesmo rodando pesquisas informais para saber o que as pessoas querem ver.


Passo 04 – Tenha clareza da narrativa e das bandeiras do político: Ela é ideológica, temática ou regional ou pitadas de mais de uma? Isso ajuda muito a direcionar o olhar para a criação de conteúdo não somente planejado, mas também os de posicionamento.


Passo 05 – Distribua seus pilares de imagem, autoridade e influência no calendário.

Mas e se você não está em vigência de mandato, o que fazer, que tipo de conteúdo produzir? Use a mesma lógica, mas com foco em ser um formador de opi


Passo 06 – Defina os formatos e a distribuição do seu conteúdo. Vai ser card? Vídeo? Story? Feed? Os pilares estão vem distribuídos? Tudo isso deve ser considerado porque se você pesar demais em um conteúdo e não considerar a distribuição equilibrada, pode passar uma mensagem que você não queira como falta de autoridade, político brincalhão ou até um distanciamento por excesso de seriedade ou tentativa de se “vender” a todo momento.


Passo 07 – Talvez esse seja o pulo do gato para a produção de conteúdo que gera resultado. Adapte seus formatos ao que o político ou equipe conseguem produzir. Não é só porque algo é moda ou está em evidência que você deve desanimar da produção de conteúdo. Saiba que reputação é repetição e você pode fazer isso com diversos formatos.


Finalizo com a frase de Arthur Ashe: Comece onde você está, use o que você tem e faça o que você pode.


Segue Firme porque é na dedicação, no planejamento, na ação e na consistência que estão os resultados que você procura.

157 visualizações0 comentário