208942083608532
 
  • Estratégia Parlamentar

Cards políticos: 10 tendências para usar em 2022


Saiba quais serão as maiores apostas de design de 2022 e use em seus cards políticos!


Cada vez mais você precisa que seu conteúdo político seja atrativo o suficiente para atrair atenção das pessoas (hoje a atenção é um dos ativos mais preciosos e também mais escassos no mundo digital.


Com tantos estímulos, as pessoas simplesmente não prestam mais atenção! E justamente por isso, resolvi escrever esse artigo, trazendo algumas tendências e adaptando cada uma delas ao nosso contexto de criação de conteúdo político.

Por mais que você não seja o responsável por elaborar cards e outros conteúdos, saber o que funciona ajuda no processo de criação.

Estamos caminhando para um mundo cada vez mais digital e saber o que funciona é essencial para o social media político, para o design político e toda a equipe de marketing e comunicação. Por mais que você não seja o responsável por elaborar cards e outros conteúdos, saber o que funciona ajuda no processo de criação.


As tendências aqui compartilhadas foram reveladas por Adi Huri gerente de inovação da Wix e que foram somadas ao que também temos identificado como tendência de criação de conteúdos políticos. Confira:


1 – Design mais limpo

Isso não significa que você deva fazer cards sem graça, mas levar ao pé da letra a frase “menos é mais”. Saber selecionar exatamente quais são as informações que vão no seu card ou peça, fará muita diferença na hora de chamar a atenção das pessoas para o que realmente importa.


2 – Simetria

Usar harmonia no alinhamento de elementos é essencial até pela organização de prioridades informativas nos seus cards, mas você também deve ter cuidados mínimos, como o alinhamento de texto da peça. Lembre que o objetivo da simetria é potencializar os locais para onde você quer chamar a atenção, use esse princípio e veja na prática o salto de qualidade do seu conteúdo.


3 – Escrita leve e com serifa

Sabe aquelas letras com pequenos traços e prolongamento no final? Isso é uma fonte com serifa e promete ser tendência de design em 2022. As fontes serifadas, são mais fáceis de ler e podem ser usadas quando você precisa escrever no seu card um pouco mais de texto.


4 – Cores primárias

Você já percebeu como a maioria dos partidos políticos usa cores primárias em sua logo? Pois, você também deveria apostar porque é tendência! E a explicação é simples. As pessoas querem voltar ao prático ter referências e de certa forma, voltar ao que lhe é conhecido. Por isso usar cores primárias como o amarelo, vermelho e azul (que podem ser associadas a outras cores), pode ser uma boa aposta em 2022.



5 – Fotos de pessoas reais

Chega de usar banco de imagens que não geram conexão! Você precisa entender que usar imagens reais além de gerar mais engajamento, ainda deixa a sua comunicação única, porque são fotos que nenhuma ou poucas pessoas também terão. Por isso, capriche no acervo de fotos para sempre que precisar ter aquela ideal para a sua produção de conteúdo.


6 – Efeito blur (aquele que deixa o fundo desfocado)

Aqui, mais uma vez voltamos a falar sobre a coisa que mais importa na criação de cards políticos que é chamar a atenção das pessoas para o que realmente importa. Quando você manipula um elemento deixando partes em destaque e partes “borradas” você acaba por direcionar o olhar das pessoas, para onde você quer que elas foquem.


7 – Efeito gradiente

Essa tendência ajuda a dar visibilidade e ao mesmo tempo trazer uma imagem sem que haja conflito de elementos, ou falta de harmonia na criação. Saber combinar cores do efeito gradiente, também pode ser uma ótima escolha. Lembre que a regra é fazer a pessoa entender o que está sendo mostrado e o efeito gradiente ajuda a dar essa visibilidade e compreensão.


8 – Cards interativos

Usar elementos que estimulam a interação das pessoas, faz com que elas se sintam mais participativas do seu conteúdo. Mas nada daquele card final pedindo para a pessoa fazer mil coisas (curta, comente, compartilhe, bata palmas e rode duas vezes). Seja criativo na interatividade e seletivo no seu objetivo.


9 – Remixar a cultura

Usar memes, imagens virais e outros formatos que as pessoas estão usando, ajuda a gerar reconhecimento e faz com que a pessoa pare no seu conteúdo para saber “sua versão da história”. É claro que tudo depende muito do seu tipo de comunicação. Se essa não é a forma que você usa para se comunicar com as pessoas, cuidado para não fazer por fazer e gerar estranheza no seu público.


10 – Emoção

Card também precisa gerar emoção e não somente informar! Antes de começar a sua criação, pense em que tipo de emoção você gostaria que as pessoas sentissem. Saber criar pensando na emoção não é apenas uma tendência, é um diferencial que veio para ficar!


E agora que você já sabe tudo isso, que tal apostar nessas tendências e melhorar seus resultados?


Um abraço e até breve!

460 visualizações